segunda-feira, 1 de julho de 2013

AS 10 CERVEJAS MAIS CONSUMIDAS NO MUNDO!

O ranking anual do The Drinks Business site gringo especialista em goró, publicou um estudo contendo as 10 cervejas mais bebidas no mundo. Por increça que parivel (trocadalho do carilho ne?) nossas tupiniquins debutaram entre elas mostrando a força das nossas cervejas de massa. Essa lista não corresponde as cervejas que eu gosto ou as que você gosta, mas solamente as mais vendidas em zigilhoes de litros. Por isso prestatenção e não me venha com argumentações do tipo: "logico que essa tal Snow vende mais, ela venda na china, terra com bilhoes de japoneses"! Beleza? Então sem churumelas e "mimimi" vamos a tal lista cabeção!

1º Snow Beer
País de origem: China 
Volume de vendas: 74,8 milhões de barris 


Você nunca deve ter ouvido falar e nem ter experimentado ou quiçá experimentará essa marca chinesa, mas pelo segundo ano consecutivo, o posto de cerveja mais consumida do mundo. Largamente adotada no país de origem, é fabricada pela CR Snow, associação entre SABMiller e China Resources Enterprises. Em 2011, o valor da marca saltou de 350 milhões de iuanes para 46,3 bilhões, tornando-se a 29ª mais valiosa do país. Mas venhamos e convenhamos, tem china para xuxu no mundo né?


2º Tsingtao
País de origem: China 
Volume: 57,9 milhões de barris 
CHUPA ESSA

Responsável por 15% do gigantesco mercado chinês, a Tsingtao nasceu em 1904. Hoje, a fabricante Tsingtao Brewery Company afirma que a bebida é o produto chinês mais exportado para o mundo inteiro. Depois de permanecer estatal por muitas décadas, foi privatizada nos anos 90, e chegou a ter capital da AB ImBev, que vendeu sua participação de 27% em 2009. Essa eu já bebi e nada de novo nessa cerveja. É uma "AMBEV" como todas as que figuram nessa lista.

3º Budweiser
País de origem: Estados Unidos
Volume: 40,4 milhões de barris

Ainda que não esteja no topo das mais consumidas no mundo, a Budweiser permanece a marca de cerveja mais internacionalmente reconhecida. Recém chegada a grandes marcados como o brasileiro e o chinês, o rótulo pode ser encontrado em 85 países. No Brasil, em seis meses de lançamento, a bebida conquistou 11,5% do mercado premium(??). Jamais será premium!

4º Yanjing
País de origem: China 
Volume: 39,6 milhões de barris 

Mais uma chinesa na lista, a Yanjing conquistou uma fatia de 11% do mercado nacional do país, mas é, de longe, a cerveja mais consumida na capital Pequim, com 85% da penetração. Como parte de sua tentativa de internacionalização, o rótulo iniciou em 2008 uma campanha de marketing voltada para o mercado externo, que incluiu o patrocínio oficial às Olimpíadas de Pequim.

5º Bud Light(ARGHT!)
País de origem: Estados Unidos
Volume: 36,7 milhões de barris

Ainda que a Bud Light seja a bebida mais popular nos Estados Unidos, a versão mais leve da Budweiser não tem o mesmo alcance global que a original. No ano passado, o mais novo lançamento da linha foi a Bud Light Platinum, uma versão de teor alcoólico 2% superior e que representou uma nova aposta da fabricante AB ImBev no segmento premium. Sou contra cerveja light, por isso não tem foto dela


6º Corona Extra
País de origem: México 
Volume: 31,6 milhões de barris 

O rótulo é líder no mercado do México, a marca de cerveja mais importada nos Estados Unidos e um dos produtos mexicanos mais reconhecidos no mundo. Nascida em 1925 e fabricada pelo Grupo Modelo, a bebida foi vendida à AB InBev e hoje é comercializada em 170 países. 



7º Skol
País de origem: Brasil 
Volume: 29.9 milhões de barris 

A primeira brasileira a entrar no ranking é a cerveja mais consumida no mercado nacional, com fatia de mercado de 30%. A Skol é também a 5ª marca mais valiosa do Brasil entre todos os setores, avaliada em 8,497 bilhões de reais em 2012, segundo estudo da consultoria Interbrand. Propriedade da empresa dinamarquesa Carlsberg, a bebida tem licença para ser fabricada no Brasil pela Ambev.

8º Heineken
País de origem: Holanda 
Volume: 29,1 milhões de barris 

Com forte presença mundial, é da Heineken o 8º lugar entre as cervejas mais consumidas. Quando o assunto é valor de marca, o rótulo apresentou uma queda de 8%, alcançando 6,058 bilhões de dólares em 2012 segundo relatório da consultoria Millward Brown. Presente em mais de 70 países, o rótulo é lider no mercado europeu. É umas da de massa queridinha minha apesar dos defeitos.



LIGHT? NÃO OBRIGADO
9º Coors Light
País de origem: Estados Unidos 
Volume: 25, 1 milhões de barris 

A cerveja de baixo teor alcoólico produzida pela Coors Brewing Company e é a segunda mais consumida do mercado americano. A estratégia foi investir no conceito “low carb” e destacar o valor nutricional e o número de calorias, ressaltado na embalagem. Segundo a marca, uma lata de Coors tem cerca de 5 gramas de carboidratos, contra 10 gramas da Bud Light.

10º Brahma
País de origem: Brasil 
Volume: 18,1 milhões 

A brasileira encerra o ranking com crescimento de 9,6% em volume comercializado em 2012, de acordo com o The Drinks Business. O levantamento ressalta, no entanto, que o segmento premium vem crescendo no Brasil, e isso pode ser refletir nos números futuros da bebida. Em termos de valor de marca no país, o rótulo ocupa o 7º lugar, avaliado em 5,088 bilhões de reais. Com esse dinheiro não da nem pra fazer uma copa no mundo do Brasil...Affff!!

fonte: Revista Exame Abril, minha mente doentia
fotos: reprodução





Nenhum comentário:

Postar um comentário